Marca registada no INPI, Instituto Nacional de Propriedade Industrial, os Prémios Alentejo representam o acontecimento cimeiro, no que a prémios diz respeito, considerando todo o universo alentejano. Cerimónia anual organizada e produzida pela revista Mais Alentejo, os Prémios Alentejo envolvem dois segmentos distintos. Por um lado, um conjunto de categorias, com cinco nomeados em cada uma delas, sendo o vencedor apurado pelo voto dos(as) leitores(as) e do público em geral, votação realizada no nosso sítio da Internet, onde estão presentes todos os sectores da sociedade, nomeadamente, entre vários outros, artes, cultura, empresas, gastronomia, história, iniciativa e inovação, património, tradições e turismo. Por outro lado, abrange também a atribuição de galardões a empresas, instituições ou personalidades de revelante percurso nas mais diversas aéreas da sociedade, podendo ter ou não ligação ao Alentejo, os quais são da inteira responsabilidade do Júri dos Prémios

NOMEADOS

VOTAÇÃO EDIÇÃO 202O
PRÉMIOS ALENTEJO

Galas Anteriores

BREVE HISTORIAL

Dando cumprimento a uma ideia que, desde o primeiro número da Mais Alentejo, alimentava o pensamento do nosso fundador, naquilo que o jornalista António Sancho entendia e imaginava ser o prolongar da própria revista, abraçando toda a sociedade alentejana, os Prémios Alentejo, ainda que de forma algo incipiente, tiveram o baptismo em Beja, em 2002, no auditório do Instituto Português de Juventude. A cerimónia, que gradualmente haveria de tornar-se o maior acontecimento do imenso Alentejo, voltou a realizar-se na capital do Baixo Alentejo (2003), no Clube de Campo Vila Galé, passando depois (2004) pelo Monte do Sobral, Alcáçovas, Viana do Alentejo, para regressar a Beja nos três anos seguintes, primeiro na Quinta da Suratesta (2005), mais tarde na Pousada Convento de Beja (2006 e 2007). Mas, foi nas Galas de 2008 e 2009, no deslumbrante cenário do Convento do Espinheiro, em Évora, que o evento deu o primeiro grande salto de viragem no sentido de procurar incessantemente aprofundar a excelência. Em 2010, data em que revista Mais Alentejo assinalou 10 anos de vida, a cerimónia decorreu na costa alentejana, mais exactamente no Tróia Design Hotel, em Grândola, vila morena. A monumental cidade eborense foi o palco escolhido para a realização dos Prémios Alentejo nos três anos imediatamente posteriores (2011, 2012 e 2013), no icónico Teatro Garcia de Resende, mas o regresso a Beja, “casa mãe” da nossa revista, tornou-se inevitável em 2014, decorrendo no Teatro Pax Julia. Um ano depois, em 2015, sucedeu o momento que estava na nossa mente há já algum tempo, levar os Prémios Alentejo – e o Alentejo, todo o Alentejo – a Lisboa, não podendo haver melhor palco para o fazer, o belíssimo Teatro Nacional de São Carlos, Gala indubitavelmente marcante e que assinalou, também, o início de uma iniciativa que, desde então, tem acompanhado o evento, a Mostra de Degustação de Produtos Alentejanos, que antecede a entrega de prémios. Nos quatro anos seguintes (2016, 2017, 2018 e 2019), a cerimónia decorreu numa das mais emblemáticas salas de espectáculos do país, o Salão Preto e Prata do Casino Estoril, onde os Prémios Alentejo viveram momentos verdadeiramente inesquecíveis. A Gala de 2020, devido aos constrangimentos decorrentes da pandemia, foi adiada para Outubro de 2021, regressando ao Alentejo, a saber, ao Hotel Vila Galé Évora. São 19 Galas, dezanove Prémios Alentejo, por onde já passaram milhares de empresas, entidades, instituições e personalidades, é obra!